18 de nov de 2011

Internato - Capitulo Um

Um jovem de descendência mista entra em um colégio interno de prestígio na década de 1950. Ajustar a essa nova vida não poderia ser mais difícil do que ele imaginou... Por muitas razões!






 “Detenha-se,” o Diretor disse de repente, apontando para Ryo ir para o lado do salão. Antes que ele pudesse perguntar por que, o alto sino que retinia nas salas de aulas, ecoou pelo corredor que foi abruptamente preenchido com a corrida dos estudantes. O jovem com cabelo loiro-mel notou que eles passavam, sem sequer um olhar para o seu caminho. Ele se achou procurando um rosto amigo, alguém que pelo menos fosse enviar um sorriso agradável para ele. Poucos alunos pararam perto dele, e foi apenas para enviar um breve aceno de assentimento ao Diretor, antes de continuarem seu caminho.
De repente, um grito subiu ainda mais, no final do corredor, quando um grupo de meninos desordeiros adolescentes explodiu de uma sala de aula, com um professor em seus calcanhares. "Eu espero que todos vocês meninos, estejam com o papel à mão até o final do dia!” O instrutor gritou atrás deles. Ryo rapidamente notou que os três garotos em questão, esfregavam seus traseiros e tinham um atravessado olhar em seus rostos. Então, eles usavam castigo corporal aqui. Ele soltou um suspiro e orou para nunca ter que sentir a picada da raquete, na frente da classe.
“Só um momento, Randy.” O Diretor disse quando ele entrou no corredor movimentado, para parar o progresso dos três alunos indisciplinados. “Bem, bem,” disse ele num tom exasperado. "Sr. Laytner, por que eu não estou surpreso de encontrar você no meio da consternação?” Ryo viu quando o Diretor se defrontava com o menino que ele assumiu ser o líder do grupo. Seu uniforme parecia um pouco amassado e sua gravata estava torta, mas não era a roupa do rapaz que chamou a atenção de Ryo, eram seus olhos. O menino de cabelos escuros estava olhando para a figura de autoridade com desagrado claro, seus olhos verdes jades, olhavam desafiadoramente para trás no homem de meia-idade em desafio. Ryo nunca teria sonhado em enfrentar alguém tão abertamente, muito menos o Diretor de toda a escola! Ele não sabia se ele admirava este ‘Laytner’ por sua coragem, ou achava que ele era simplesmente estúpido.
"Professor Hartmann já nos repreendeu senhor." O menino de cabelos escuros respondeu.
Por um momento eles ficaram frente a frente, até que o estudante de olhos verdes se moveu inquieto. "Temos que chegar a nossa próxima aula, senhor," disse ele apontando para os seus amigos ainda de pé atrás dele.
O Diretor deu de ombros e se afastou para deixá-los passar. Ryo ainda ouviu o Diretor dizer a Laytner enquanto ele caminhava: "Você nunca vai conseguir qualquer coisa, se você se mantiver essa atitude de durão das ruas, Sr. Laytner.”
O garoto agiu como se não tivesse ouvido, mas Ryo viu em seu rosto, que o comentário o incomodou. A multidão de repente mudou e Laytner quase correu direto em Ryo, em sua corrida para ir além do Diretor. Olhar loiro se encontrou olhando para as profundezas dos olhos verdes jade, e por algum motivo que ele não poderia imaginar, e para seu considerável embaraço, ele corou. Ele nunca conheceu alguém cuja presença parecia ter uma tão força palpável. Ele jurou que quase podia sentir todos os seus nervos empurrar.
"Que diabos você está olhando, peixe novo?"
Por um momento, Ryo sentiu como se tivesse sido golpeado fisicamente, tão duro foi o tom do menino de cabelos escuros, antes que ele seguisse em frente pelo corredor.
O primeiro dia é sempre o mais difícil...

                                                                                   Continua... 
 

3 comentários:

  1. Ola flores, esse Yaoi esta cada vez mais divertido, agora o personagem entrou numa enrascada. Vamos ver no que da até a próxima semana onde saiu um novo, e quem quiser ler e só ir em mais informação, beijos.

    ResponderExcluir
  2. Li de traz para frente rs,rs
    Mas pelo menos fiquei a saber como se conheceram rs,rs
    Aguardo o próximo.
    Parabens pela ideia Laura rs,rs já li mais de 100 mangás e este não conhecia rs,rs
    Beijos...
    Boa leitura!!!

    ResponderExcluir
  3. Oie... Estou curiosa quem é a autora dessa história? Escrever belissimo bem, amei! Primeiro por que amo história de colegial, yaoi então, é perfeita.

    A história até aqui deu para perceber que será cheia de emoções, romance, intrigas, brigas e drama. Ingredientes perfeitos juntos.

    Pelo que entendi do comentário acima, e baseado em um manga ou e história originaL

    Bem, parabéns pela inicitiva, ficou barbaro.

    KIss

    ResponderExcluir